Skip links

Estado e Limeira liberam uso de máscara em lugares fechados

O uso de máscara em lugares fechados não é mais obrigatório. A Prefeitura de Limeira anunciou no dia 17 de março que vai seguir o decreto estadual que “libera (flexibiliza) o uso de máscaras em locais fechados”. A exceção envolve pontos de atendimento da área da saúde e o transporte público.

A medida no município teve início neste dia 17, segundo informativo distribuído pela prefeitura. O uso havia se tornado obrigatório em razão da pandemia do Coronavírus.

“Não há necessidade de o município editar um decreto municipal sobre o assunto, pois um instrumento anterior já deliberou que o município acompanharia as resoluções sobre a pandemia adotadas pelo governo estadual”, diz o comunicado da prefeitura.

“Segundo o decreto, a obrigatoriedade do uso de máscaras continuará existindo para locais destinados à prestação de serviços de saúde (como UBSs e hospitais), para meios de transporte coletivo (ônibus) e locais de acesso e desembarque, como, por exemplo, o terminal urbano da cidade”, informa a prefeitura.

Comitê vê números positivos

O governo estadual emitiu nota reforçando a flexibilização do uso de máscaras em todos os ambientes, com exceção do transporte público – e seus respectivos locais de acesso, como estações de Metrô – e nos locais destinados à prestação de serviços de saúde.

A medida ocorreu após emissão de uma nota técnica do Comitê Científico que assessora o governo paulista. A nota relata “uma melhora consistente na situação epidemiológica no Estado”. Daí a decisão válida para todo Estado.

O decreto aponta que “o uso agora torna-se opcional em ambientes como escritórios, comércios, salas de aula e academias, entre outros”. A flexibilização em ambientes abertos já havia sido autorizada – leia aqui.

Análises técnicas do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo apontam que o índice de vacinação com duas doses no estado atingiu a meta definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde (MS). Essa meta é de 90% da população elegível, ou seja, acima de 5 anos, imunizada.

O comitê apontou que, após 14 dias do feriado de Carnaval, foi constatada a manutenção da melhora dos dados epidemiológicos. A queda na transmissão da Sars-Cov 2 no Estado segue de maneira progressiva.

Deixe um comentário