Simples e MEI têm impostos adiados; planejamento evita riscos

O governo federal anunciou no último dia 24 de março que a cobrança de impostos para empresas optantes do Simples Nacional terá alterações. A medida ocorre em função da pandemia e foi aprovada pelo comitê gestor do Simples.

Empresários precisam avaliar pontualmente o adiamento. A medida configura ajuda num momento de instabilidade econômica, mas, ao mesmo tempo, pede planejamento para que os recursos financeiros estejam disponíveis quando dos novos vencimentos.

A mudança atingirá um montante de mais de R$ 27,8 bilhões em impostos que deveriam ser pagos entre abril e junho. Agora, o recolhimento será feito de forma parcelada em seis vezes, entre julho e dezembro desse ano.

A Receita Federal estima que a medida beneficie até 17 milhões de contribuintes, incluindo os MEIs. O Simples permite o pagamento de tributos federais, estaduais e municipais pelas micro e pequenas empresas de forma unificada. O governo avalia benefícios semelhantes para optantes de outros regimes tributários.

O parcelamento atingirá os tributos federais IRPF, IPI, CSLL, Cofins, PIS/PASEP e a contribuição previdenciária patronal. Também se estenderá ao ICMS e ao ISSQN, respectivamente, das esferas estadual e municipal.

A Receita aponta como pouco provável a necessidade de um novo Refis, que beneficiaria empresas devedoras. Eventuais novos cenários serão avaliados, segundo a Receita.

A recomendação é que os associados do Sincaf mantenham contato com seus contabilistas para que as medidas sejam avaliadas. Ao mesmo tempo, havendo a possibilidade de pagamento nas datas previstas, que assim seja feito. A prática reduz pendências financeiras da empresa.

Porém, em cenários diferentes, as práticas conservadoras podem ser revistas. Isso porque, havendo instabilidade maior, o governo tende a adotar novas medidas – e o Refis surge como opção.


Voltar
SINCAF - Sindicato Patronal das Indústrias da Construção de Limeira
Base Territorial - Limeira (SP)
Rua Prefeito Marciliano, 304-A - Jardim Mercedes

Fones: (19) 3451-3665 | 3451-4606
contato@sincaf.com
Todos os direitos reservados - Desenvolvimento SPHERA