Aterro: prefeitura renova licença, mas pede ações sustentáveis

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, obteve a renovação de licença de operação da Fase 2B do Aterro Sanitário. A informação foi dada pela prefeitura.

Com validade até maio de 2019, a licença foi emitida pela Cetesb, permitindo a continuidade dos serviços já prestados pela prefeitura.

O secretário de Obras, Dagoberto Guidi, contou que a Fase 2B começou a operar em 2013 e dispõe de todos os mecanismos de controle ambiental previstos na legislação municipal, estadual e federal. Dentre eles, está o controle de emissão de poluentes (gás metano e outros gases) provenientes da disposição de resíduos. “O aterro trabalha com tecnologia para condução, drenagem e queima completa de gás metano”, disse.

A prefeitura tem feito investimentos constantes para melhorias no aterro. Numa das etapas, foram aplicados R$ 2,5 milhões. No início deste ano, foi concluída a substituição das geomembranas de impermeabilização nas três lagoas de armazenamento de chorume. Houve ainda a construção de um quarto reservatório.

O Aterro Sanitário gera em torno de 2.500 toneladas de chorume por mês, provenientes da disposição mensal de aproximadamente 6 mil toneladas de resíduos sólidos domiciliares. Atualmente, o município aguarda a liberação, por parte da Cetesb, da licença para obras de alteamento das fases 2 e 2B, que garantiram uma sobrevida de aproximadamente cinco anos.

Paralelamente, a prefeitura desenvolve estudos para uma possível Parceria Público-Privada visando a construção da chamada “Fase 3”, que dependerá da posse da terra da área em frente ao aterro e de seu licenciamento, cujo processo já foi iniciado junto à Cetesb.

“O governo Mario Botion, preocupado com o Meio Ambiente, quer investir em ações para o correto destino e tratamento dos resíduos sólidos, mas depende fundamentalmente da colaboração de todos, por isso é importantíssimo a conscientização para a minimização da geração de dejetos, sendo altamente recomendável a mudança de hábitos com relação ao consumo, priorizando a utilização de retornáveis, a separação de recicláveis, a compostagem caseira, dentre outras ações”, comentou Guidi.


Voltar
SINCAF - Sindicato Patronal das Indústrias da Construção de Limeira
Base Territorial - Limeira (SP)
Rua Prefeito Marciliano, 304-A - Jardim Mercedes

Fones: (19) 3451-3665 | 3451-4606
contato@sincaf.com
Todos os direitos reservados - Desenvolvimento SPHERA