Limeira é 26ª em ranking do Ciesp sobre exportações

Estudo dos departamentos de Estudos e Pesquisas Econômicas (Depecon) e de Relações Exteriores (Derex) do Ciesp e da Fiesp, a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), mostram que a regional do Ciesp Limeira ocupa a 26ª posição em ranking sobre exportações.

Os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) guiam o ranking, que tem a participação de 39 regiões paulistas. Juntas, essas regiões movimentaram US$ 51,7 bilhões da pauta exportadora estadual, responsáveis por 27,0% do montante vendido pelo Brasil no mercado global no acumulado no ano de 2015.

O saldo da balança comercial, no acumulado no ano de 2015, foi superavitário em US$ 137,2 milhões, enquanto, no mesmo período de 2014, o saldo foi superavitário em apenas US$ 29,1 milhões, tendo portanto um aumento de 372,3%.

Na opinião do 2º vice-diretor do CIESP Limeira, Flaminio de Lima Neto, este aumento do saldo comercial é o grande destaque para a regional e a cotação do dólar ajudou o país a ficar mais competitivo, auxiliando as exportações: “Os números mostram que a cidade teve bom resultado nas exportações e a queda nas importações mostra que as empresas locais estão buscando fornecedores nacionais. O que é bom, pois ajuda o superávit da balança comercial do país”, comenta, por meio da Assessoria de Imprensa do Ciesp Limeira.

Segundo ele, apesar das dificuldades e do atual cenário econômico brasileiro, Limeira está à frente de importantes municípios na área industrial, como as cidades de Cotia, Diadema, São Carlos e São Caetano do Sul, tradicionalmente exportadores.

A remessa de produtos ao exterior da Regional do CIESP Limeira no acumulado no ano de 2015 cresceu 4,7%, em relação ao mesmo período de 2014, passando de US$ 534,6 milhões para US$ 559,7 milhões.

As importações caíram 16,4%, de US$ 505,6 milhões para US$ 422,5 milhões, entre o acumulado de 2014 e o mesmo período de 2015. O comércio regional teve retração de 5,6%, indo de US$ 1,04 bilhão para US$ 982,3 milhões.

Nas exportações da região, os destaques são: Produtos químicos orgânicos (US$ 116,2 milhões); Pastas de madeira ou de outras matérias fibrosas celulósicas, papel ou cartão de reciclar (desperdícios e aparas) (US$ 93,3 milhões); Veículos automóveis, tratores, ciclos e outros veículos terrestres, suas partes e acessórios (US$ 82,3 milhões). Os principais destinos das exportações da região foram: Argentina (17,7% do total exportado); Estados Unidos (13,2%) e Japão (8,1%).

De acordo com os dados do MDIC, nas importações da região, os destaques são: Veículos automóveis, tratores, ciclos e outros veículos terrestres, suas partes e acessórios (US$ 112,9 milhões); Reatores nucleares, caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos e suas partes (US$ 104,9 milhões); Máquinas, aparelhos e materiais elétricos, e suas partes, aparelhos de gravação ou de reprodução de som, aparelhos de gravação ou de reprodução de imagens e de som em televisão, e suas partes e acessórios (US$ 42,0 milhões). As principais origens dos produtos importados pela região foram: China (15,7% do total importado); Coréia do Sul (12,0%) e México (11,5%).

O município de Limeira é o principal exportador da região, respondendo por 85,9% das exportações. Limeira também é a principal cidade importadora, respondendo por 95,2% das importações da região.


Voltar
SINCAF - Sindicato Patronal das Indústrias da Construção de Limeira
Base Territorial - Limeira (SP)
Rua Prefeito Marciliano, 304-A - Jardim Mercedes

Fones: (19) 3451-3665 | 3451-4606
contato@sincaf.com
Todos os direitos reservados - Desenvolvimento SPHERA